top of page
Buscar
  • Foto do escritorrockfreeday

FESTIVAL PRETO NO METAL CHEGA À SUA SEGUNDA EDIÇÃO TRAZENDO VISIBILIDADE PARA ARTISTAS NÃO-BRANCOS NA MÚSICA EXTREMA



O coletivo Preto no Metal promoverá, no dia 24 de novembro, a segunda edição de seu Festival no Bar Opinião, uma das mais conceituadas casas de espetáculo do Sul do Brasil, que recebe os maiores nomes da música nacional e internacional. Com a proposta de valorizar a presença de instrumentistas negros no underground brasileiro, o Festival receberá as bandas proeminentes do metal nacional Corja, Desalmado, Neptunn, Punho de Mahin e Visceral Suffering.


Para financiar a estrutura do Festival, o coletivo musical tem promovido uma série de ações de arrecadação de fundos, como a venda de ingressos antecipada e a criação de uma campanha de financiamento coletivo na plataforma Apoia-se. Todos os recursos adquiridos nas campanhas serão revertidos para o orçamento do evento e demandas mensais do coletivo.


O coletivo Preto no Metal também iniciou a venda de camisetas pelo site Reserva Ink, com peças de alta qualidade e estampas temáticas criadas pelos integrantes do coletivo e por seus apoiadores. Há também a possibilidade de doações via Pix através da chave pretonometal@gmail.com.


CONHEÇA O PRETO NO METAL:

O Preto no Metal é um coletivo de artistas, fundado em 2019 na cidade de Porto Alegre, visando divulgar a presença e a criatividade de músicos e fãs pretos na música extrema nacional e internacional. Para tanto, o PNM se tornou um espaço para promover o diálogo sobre o apagamento da cultura negra nas produções de rock e de seus subgêneros, e pautas relevantes para se promover a diversidade racial e sexual nas dinâmicas do metal no Brasil. Um dos caminhos para que os ideais do PNM sejam disseminados na produção musical brasileira é a realização do Festival, o qual dá prioridade para as artes produzidas pelas minorias sociais.


A importância de ocupar um espaço que muitas vezes só é ocupado por alguém diferente de sua raça, gênero e orientação sexual só pode ser compreendida por quem vive isso, e por isso somos criadores de experiências.


Links importantes:

10 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page